Como uma gestante pode curtir o verão?

A estação mais quente do ano chegou e todos têm direito a um lugar ao sol! E não é incomum encontrar gestantes  nas praias, parques ou mesmo pelas ruas da cidade, o que é maravilhoso, mas requer alguns cuidados especiais. Afinal, é preciso curtir as férias em segurança, não é mesmo?

 

Uma das queixas mais freqüentes das futuras mamães é o desconforto associado ao inchaço e retenção de líquidos.  Isso porque as temperaturas mais elevadas geram diminuição da pressão arterial e dificultam o retorno venoso. A solução mais fácil é: beber muita água! Uma boa hidratação não só gera bem-estar como também ajuda e evitar dores de cabeça, tonturas e até desmaios. Andar pela casa ou pelas ruas acompanhada de uma garrafinha d’água pode ser bem útil. A drenagem linfática também ajuda, mas deve ser realizada por profissionais habilitados, com autorização médica e nunca na região abdominal.

 

Manter-se física e praticar atividades físicas, desde que sem exageros, pode trazer benefícios, porém também é preciso relaxar um pouco de vez em quando, sobretudo nas últimas semanas de gestação. Além disso, o calor aumenta a sensação de fadiga, portanto é preciso ter atenção. Ao descansar, procure elevar um pouco as penas e não passar períodos prolongados na mesma posição, mesmo em viagens de carro ou de avião.  Que tal fazer algumas paradas para esticar as pernas se estiver na estrada ou nadar um pouco pela aeronave se o trajeto for muito longo?

A palavra de ordem é conforto: vestidinhos, blusas e shorts soltos são uma ótima pedida! Procure dar preferência a tecidos respiráveis como o algodão e evite tecidos sintéticos, que dificultam a troca de calor com o ambiente.  Se for à praia ou à piscina, procure não passar muito tempo com o biquíni molhado, pois a alteração do PH vaginal durante a gravidez aumenta a suscetibilidade a infecções. Uma dica é levar peças sobressalentes na bolsa e alterná-las ao longo do dia.  É preciso também caprichar no protetor solar, mesmo nos horários mais fresquinhos, e evitar a exposição ao sol entre 10 e 16hpara evitar queimaduras, insolação e manchas. Tomar sol de manhã cedo pode ser uma boa opção .

 

Não se pode descuidar da alimentação! Procure comer de 3 em 3 horas, priorizando alimentos leves e nutritivos, como frutas e legumes. Além do mais, em razão do maior risco de viroses nesses meses quentes, fique atenta à higiene dos alimentos, especialmente aqueles consumidos fora de casa. Talvez seja melhor não tomar sucos ou comprar petiscos em restaurantes, quiosques ou de vendedores ambulantes cujo modo de preparo dos alimentos você desconhece. Levar lanches saudáveis feitos em casa para a praia ou clube pode ser uma boa opção!

 

Às adeptas do ar-condicionado (que acaba sendo de grande valia nesse calorão), uma recomendação: cuidado com mudanças abruptas e constantes de temperatura, em virtude da baixa na imunidade e com a possibilidade de ressecamento das vias aéreas superiores . Umidificadores de ar, toalhas molhadas e bacias com água são maneiras eficazes e mais naturais de refrescar o ambiente. Sabendo disso, agora é só aproveitar o verão de maneira leve e saudável !

 

 

Deixe uma resposta