Estimulando o bebê dentro do útero

Após o resultado positivo do teste de gravidez, muitas mulheres já se preocupam em estabelecer vínculos e estimular o bebê ainda dentro do útero. E o mais interessante é que pesquisas mostram que isso traz resultados, já que os estímulos favorecem a capacidade de aprendizado dos pequenos logo após o nascimento e durante toda a infância! Isso se deve ao fato de que bebês estimulados na gestação tem um sistema nervoso bem desenvolvido, o que ajuda a lidar com situações de estresse. Além do mais, esses bebês têm incrementos no desenvolvimento auditivo, visual, motor e de linguagem, fatores que os tornam cada vez mais confiantes, atentos ao mundo ao seu redor e pode até ajudar a promover uma sensação de bem-estar.

Mas afinal, que práticas podem ser consideradas estímulos pré-natais? Segundo obstetras, carícias e toques na barriga podem estão entre as práticas mais comuns e podem ser percebidos pelo bebê a partir da 8ª semana de gravidez. Isso não somente é relaxante como também faz o pequeno se sentir cada vez mais amado e desejado, o que impulsiona o desenvolvimento saudável. Muitas mães fazem isso de maneira intuitiva e nem percebem o quão benéfico isso pode ser. Outra prática comum são a troca de palavras carinhosas com o bebê dentro da barriga, uma outra alternativa para a criação de laços de carinho entre a mamãe e o pequeno, que com o desenvolvimento da audição a partir da 25ª semana de gravidez passa a reconhecer sons e vozes. Além de conversar e até ler histórias em voz alta, é possível também tocar canções tranquilas para que seu bebê ouça através de fones de ouvido posicionados perto da barriga.

Carinhos e musicoterapias não são as únicas maneiras de relaxar e acalmar o bebê e a mamãe. Por meio dos exercícios, é possível liberar o estresse emocional e também aliviar um pouco da pressão e do peso, que a gravide geram sobre o corpo. Especialistas recomendam sobretudo atividades na água, que trabalham diversos grupamentos musculares e ainda geram menor impacto sobre as articulações. Liberar o estresse é uma excelente maneira de lidar com a ansiedade experimentada por muitas gestantes e ainda ajuda a prevenir a depressão pós-parto. Além disso, a diminuição dos níveis de hormônios de estresse facilita o desenvolvimento do cérebro do bebê. A exposição ao sol também é importante, já que favorece a produção de vitamina D, auxilia na formação dos ossos do pequeno e ainda previna problemas cardíacos. Que tal pegar sol diariamente durante 20 minutinhos, devidamente protegida e em horários com menor concentração de raios UV?

Mais do que favorecer a cognição, o essencial é criar um ambiente pacífico e saudável para você e seu bebê. Vocês precisam e merecem! Cabe ressaltar que para isso é necessária a participação de familiares e pessoas mais próximas. Quem sabe o papai e o (s) irmão9s) mais velho(s) também não podem acariciar sua barriga e conversar com o mais novo membro da família? Assim você pode lidar com o ciúme entre irmãos e principalmente formar lações que carinho que vão durar para o resto da vida. Permita-se conhecer e experimentar formas de estimular o seu bebê, fazendo sempre o que deixar vocês mais felizes e confortáveis. Certamente valerá a pena!

Deixe uma resposta