Doação de leite materno

A amamentação é fundamental para o bebê durante os primeiros meses de vida e muito se fala sobre seus benefícios. Pouco se fala, porém, que as lactantes podem realizar doações para bancos de leite humano espalhados por todo o Brasil. O leite doado é destinado a crianças prematuras, de baixo peso, internadas em hospitais e que não podem ser alimentadas diretamente no seio de suas mães. Toda mulher que esteja amamentando pode doar leite, desde que seja saudável, não faça uso de medicamentos incompatíveis com a amamentação, fume ou use álcool ou drogas ilícitas.

O primeiro passo é entrar em contato com o banco de leite materno mais próximo e fazer um cadastro contendo dados pessoais, do pré-natal e dos hábitos de vida da doadora. Para fazer a doação, é preciso tomar alguns cuidados: a retirada deve ser feita após uma mamada ou se as mamas estiverem cheias, em um local confortável, tranquilo e limpo (se você tiver pets em casa, é melhor que eles não se aproximem). É preciso também que as mamas, as mãos e os antebraços estejam devidamente higienizados e você pode inclusive usar toucas ou máscaras para cobrir o nariz e a boca, porém o importante é evitar conversar nesse momento. Além disso, os frascos utilizados para armazenar o leite devem ser de vidro com tampa plástica e previamente fervidos por 15 minutos e escorridos.

A coleta pode ser feita manualmente ou com o auxílio de uma bombinha, assim como muitas mães fazem quando precisam se afastar de seus bebês por algumas horas. É preciso desprezar os primeiros jatos ou gotas (cerca de 1 ml) e então condicionar o leite nos frascos, que não devem ser totalmente cheios e devem ser colocados diretamente no congelador, com a data e a hora da coleta discriminadas em uma etiqueta. Em extrações posteriores, você pode colocar o leite em outro recipiente em seguida completar o frasco que já está no congelador, caso ele não esteja muito cheio. Vale lembrar que o leite humano pode permanecer congelado por até 10 dias sem problemas.

Feito isso, basta levar o leite ao banco de leite mais próximo, que fará sua distribuição. Se você não puder comparecer pessoalmente ao local, não se preocupe, pois muitos bancos possuem parcerias com o Corpo de Bombeiros, que realiza coletas em domicílio. Qualquer quantidade é válida e pode fazer a diferença na vida de vários bebês e de suas famílias! Por isso, no dia 19 de maio desse ano, o Ministério da Saúde lançou uma campanha para incentivar a doação de leite materno, que é também um ato de amor. A iniciativa tem como madrinha a atriz Sheron Menezzes e reforça a tradição brasileira de bancos de leite, presnetes em diversas maternidade e que inclusive formam uma rede . Contamos com você, podendo doar ou não, para divulgar e fortalecer essa causa!

Deixe uma resposta