Dia das Mães

O mês de maio chegou e com ele o dia das mães! Muitos comemoram esta data tão especial e sabem da importância do carinho e do cuidado materno, porém a origem da comemoração é pouco conhecida. Os primeiros registros da comemoração são oriundos da Antiguidade, com rituais dedicados a figuras maternas mitológicas e o culto à fertilidade. Na Grécia Antiga, por exemplo, no período de início da primavera no hemisfério norte eram realizadas homenagens à deusa Rhea, considerada mãe dos deuses do Olimpo.

Na Inglaterra no século XVII, as mães operárias inglesas eram lembradas no quarto domingo da quaresma, dia em que recebiam folga e podiam ficar junto aos seus filhos. Nesse que ficou conhecido como “Mothering Day” as mães assistiam missas e recebiam presentes.. Além disso, era comum assar um bolo um bolo cuja massa leva chocolate e amêndoas, chamado de “Mothering Cake” e que tornava tudo mais festivo.

A versão contemporânea do dias das mães, entretanto, remonta à campanha realizada por Anna Jarvis nos EUA para institucionalização da data . Defensora da idéia de que “O amor de uma mãe é diariamente novo”, Jarvis lutou pelo reconhecimento da figura materna até que em 26 de abril de 1910 o dia das mães foi incorporado ao calendário de datas comemorativas do estado da Virgínia Ocidental. Na ocasião do dia das mães, Anna Jarvis enviava às igrejas cravos brancos, considerados símbolos da maternidade e para ela também representações de fidelidade, amor, caridade e beleza. Sua mobilização posteriormente se difundiu pelo país e em 1914 o dia das mães passou a integrar o calendário nacional dos EUA.

A partir de então, a comemoração espalhou-se por vários países do mundo No Brasil o dia das mães é celebrado pela primeira vez em 1918, promovido pela Associação Cristã de moços, e em 1932 foi oficializado no segundo domingo de maio pelo então presidente Getúlio Vargas. Desde 1947, a data faz parte do calendário oficial da Igreja Católica e várias religiões também lembram as mães em celebrações no segundo domingo de maio. Características como oferta de presentes e reuniões familiares se mantêm até hoje.

Por isso neste domingo, não deixe de abraçar, dar carinho à sua mãe e celebrar o vínculo entre vocês! Afinal, é nela que você pode sempre encontrar amor, proteção e compreensão ilimitados e incondicionais. E se você é mãe, este é um dia perfeito para passar grudada aos seus pequenos, não é mesmo ?

Deixe uma resposta