Escolhendo o obstetra ideal

Uma das maiores dificuldades de toda gestante é encontrar o médico perfeito para acompanhá-la durante a gestação. Cada paciente é de um jeito e nem sempre se adapta facilmente ao primeiro obstetra que procura. Nesse post, vamos te ajudar com algumas questões antes de decidir qual obstetra procurar.

Menina com o dedo levantado

Antes de mais nada, você precisa identificar qual tipo de paciente é você. Você pode ser do tipo que pesquisa muita informação na internet e quer discutir suas descobertas com o médico, ou pode ser do tipo que prefere seguir fielmente todas as instruções do seu obstetra. Pode ser que você não se preocupe com as tecnologias que estão disponíveis no consultório, ou ainda que você se sinta mais segura se o médico tiver disponível todos os recursos tecnológicos mais recentes. O importante é que você identifique as suas preferências antes de buscar qualquer médico, para que você saiba exatamente se está confortável com aquele profissional desde a primeira consulta. Assim, você evita estar nas mãos de um médico que não era exatamente o que você queria.

O obstetra costuma ser paras as gestantes o principal profissional de saúde de toda a gestação. Ele vai te acompanhar em qualquer situação, da mais simples à mais complicada, portanto, você precisa estar 100% segura e confortável com aquele profissional escolhido. Após ter em mente o tipo de paciente que é você e o tipo de pessoa por quem quer ser atendido, busque indicações. Seja na família ou com as amigas, é muito bom ouvir o máximo que puder sobre as pessoas que podem se tornar suas futuras acompanhantes de gestação. Agora que você já identificou o tipo do profissional que quer ao seu lado, você sabe exatamente o que perguntar quando for pedir as referências médicas.

Outro ponto importante a ser pensado sobre seu acompanhamento é se o atendimento vai ser individualizado, em equipe ou misto. Optando pelo atendimento individualizado, o médico que for lhe atender vai te atender sozinho, a vantagem é que será sempre a mesma pessoa te acompanhando do início ao fim da gestação, a desvantagem é que, se ela pode não estar disponível no dia do parto e você terá que ser auxiliada por outra pessoa nesse momento final. Caso sua escolha seja por um acompanhamento em equipe, você terá sempre dois ou mais médicos acompanhando sua gestação, sejam eles da mesma especialidade ou não. A vantagem é que você terá diferentes opiniões sobre as possíveis dúvidas que tiver e a desvantagem é que você pode ficar confusa com muitas opiniões, ou ainda, não consiga se adaptar perfeitamente com algum dos médicos da equipe.Imagem de moça com uniforme de médica

Agora que você tem tudo isso em mente, já sabe como encontrar seu obstetra. Após uma pesquisa, você já terá uma lista de possíveis opções para te acompanhar nesse processo. Agende uma consulta com os candidatos e já formule com antecedência as perguntas essenciais para fazer nesse atendimento inicial. É importante que você entenda também, que muito provavelmente vocês não vão concordar em tudo, então tenha em mente as questões que considera crucial na hora de avaliá-los.

Após as consultas iniciais e todo o preparativo que já teve para essa escolha, você provavelmente já terá alguns nomes como favoritos. Então é a hora da escolha, pense em tudo e não ignore nem mesmo suas observações mais bobas. Qualquer opinião que o médico te levou a ter nesse primeiro momento já pode indicar como será sua relação com ele nos próximos meses. Portanto, analise bem tudo o que observou e sentiu ao conversar com os obstetras e faça uma boa escolha!

Abraços!

Comentários

Deixe uma resposta